UOL Estilo UOL Estilo

Envie sua pergunta

Escreva para
etiquetesima@uol.com.br

Este blog é atualizado diariamente

Visitas Contador

13/06/2010

Meus pêsames

Hoje, no fim da tarde, eu fui me despedir de um amigo de muitos anos atrás. E no velório, olhando para o seu corpo vestido com um terno e, é claro, sem a sua presença brilhante e inteligente, lembrei de um outro velório, há quase oito anos quando tive que vestir uma pessoa querida. Como em todas as ocasiões que sofremos o choque de uma morte inesperadamente indesejada, a mente nos mostra imagens surpreendentes, eu me lembrei que naquela ocasião estava preocupada em levar um cinto com a roupa para prepará-lo para o velório. Como se a calça fosse sair do lugar...

 

Junto com a dor da perda do amigo vem a constatação que uma parte de nossas vidas,A acabou; uma parte de nossa memória comum se apagou.
No velório, resta a questão de dar os pêsames a todos os familiares, sogros, ex-sogros, ex e atuais esposas e de consolar os filhos. A vida hoje tem mais formatos e deve ter o menor número de preconceitos possíveis. Minha mãe sempre dizia para fazermos as coisas com suavidade.

Escrito por Márcia Zoladz às 20h56